Por causa da seca, 10 municípios do estado ainda não têm água nas torneiras (Foto: © Reprodução/Internet)

A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN) restabeleceu, no início desta semana o fornecimento de água para as cidades de José da Penha e Rafael Fernandes, ambas no Alto Oeste. A região é uma das mais afetadas com a seca.

Os cerca de 6 mil josé-penhenses voltarão a ter o fornecimento regular de água. José da Penha estava em colapso desde outubro de 2016. Também, no Alto Oeste, Rafael Fernandes volta a ter abastecimento regular depois de dois anos em colapso.

Já na próxima semana, a previsão é retomar o abastecimento de Marcelino Vieira, onde a CAERN está trabalhando na manutenção dos filtros da Estação de Tratamento de Águas (ETA). João Dias, Luís Gomes e Tenente Ananias também tem previsão de retomar nos próximos dias. Na cidade de Almino Afonso, a Companhia precisará realizar serviços estruturais para poder reativar o sistema. Ainda sem previsão estão as cidades de Paraná, Pilões e São Miguel.

Também para retomar o abastecimento nos próximos dias, estão as cidades de Patu e Messias Targino, que são atendidas pela Adutora Arnóbio Abreu (Médio Oeste). Atualmente, com a saída das duas cidades do colapso, cai para dez o número de colapso.

A CAERN ressalta que com a retomada, trabalha na manutenção do sistema, que pode apresentar situações operacionais nos próximos dias. E destaca que o uso racional é essencial em todos os momentos.

Abastecimento suspenso

Parte da cidade de Mossoró e a totalidade da cidade de Assú estarão com abastecimento suspenso nesta quinta-feira (17) a partir das 5h30 da manhã. O serviço deve se estender até sexta-feira (18) no final da tarde. As bombas da adutora Jerônimo Rosado estarão passando por manutenção preventiva e programada. A Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) estará fazendo serviço nos equipamentos e caso o trabalho seja concluído antes do prazo o sistema será religado.

A previsão é que o sistema seja normalizado no domingo (20) gradativamente ao longo do dia após a religação das bombas. Os bairros em Mossoró mais afetados são Centro, Paredões, Bom Jardim, parte do Santo Antônio, Santa Delmira, Redenção, Integração, Abolição 3, Sumaré e Bom Jesus.