A proposta mais famosa de Levy Fidelix, e pela qual ele reclama autoria com veemência, é o aerotrem (Foto DivulgaçãoPRTB)

O debate eleitoral entre os candidatos à Presidência da República neste ano deve ser protagonizado por temas relacionados à melhora da segurança pública no Brasil. Levy Fidelix, pré-candidato pelo o PRTB, já fez uma contribuição. A proposta dele é alojar os presos a alguns metros da costa terrestre, em “navios-presídios”.

Fidelix falou sobre o assunto em entrevista ao jornal paranaense Gazeta do Povo. “Se você não consegue, em terra, nas penitenciárias de segurança máxima, controlar esses bandidos que têm celular, têm armas, têm tudo, vamos fazer como antigamente. Vamos botar esse povo a 50 quilômetros da costa, eles vão ficar bem longe, tubarãozinho tomando conta. Também temos navios sucateados, então vamos fazer navios-prisões”, sugeriu.

A proposta mais famosa de Levy Fidelix, e pela qual ele reclama autoria com veemência, é o aerotrem. Segundo ele, o governo de São Paulo teria copiado sua ideia ao construir o monotrilho.

O pré-candidato se envolve em assuntos polêmicos com frequência e já foi acusado de ser homofóbico. Em fevereiro deste ano, foi multado por “prática de discriminação homofóbica” e deverá pagar R$ 25.070 por ter feito declarações durante debate das eleições de 2014.

Além de ter se candidatado a presidente da República em 2010 e 2014, o líder do PRTB também tentou se eleger como deputado estadual, federal, prefeito e governador de São Paulo mais de uma vez. Nunca foi eleito.