Do G1 RN – A mulher do cabo da PM morto após trocar tiros com criminosos na noite desta quarta-feira (28) na Zona Norte de Natal, está grávida de três meses. Sem condições emocionais de dar entrevista, ela limitou-se a dizer que estava muito abalada e lamentou o fato de o marido ter morrido sem sequer saber o sexo do bebê, já que ela ainda não fez o exame para isso.

O cabo da PM William Soares, lotado na Companhia Independente de Guardas, foi morto ao trocar tiros com criminosos no bairro Pajuçara. Segundo a delegada Patrícia de Melo Gama, da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), o policial assistia a um jogo de futebol na varanda de casa com amigos quando houve o tiroteio.

Ainda de acordo com a delegada, os suspeitos fugiram sem levar nada. Baleado, o policial foi socorrido ao hospital Santa Catarina, que fica na própria Zona Norte, porém não resistiu.

O cabo William Soares foi o 6º PM morto em 2018 no Rio Grande do Norte. Este é o mesmo número de policiais militares assassinados durante todo o ano de 2016. Em 2017, foram 17 PMs mortos.

Cabo Carlos Alberto Araújo da Costa, de 48 anos, morto a tiros no dia 7 de janeiro no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. Ele era lotado na Companhia Independente de Policiamento de Turismo (CIPTUR).