Para evitar escândalo, a história não registrada e nem levada para a polícia (Foto: Reprodução / TV Globo)

O clima nos bastidores da Rede Globo anda quente. Depois de um roubo na redação do Jornal Nacional, a informação que se tem é que um novo crime acabou em demissão. E de uma pessoa que não tinha nada a ver.

Segundo o colunista Leo Dias, o diretor Amauri Soares, responsável pelo catálogo de filmes e séries da Globo, foi roubado por um funcionário próximo. A pessoa teria sacado dinheiro da conta do ex-marido de Patrícia Poeta e ainda falsificava cheques.

Amauri decidiu demitir o profissional, mas acabou desligando uma moça que não estava ligada ao desfalque. Como o dinheiro continuou a desaparecer, o diretor reforçou a investigação até que encontrou o real culpado, que prontamente foi demitido.

Para evitar escândalo, a história não registrada e nem levada para a polícia.

Fonte: Metrópoles