Deputado federal tem 65 faltas registradas, das quais 55 foram justificadas (José Aldenir/Agora Imagens)

Do Portal Agora RN – O deputado federal Antônio Jácome (Podemos) foi o parlamentar do Rio Grande do Norte que mais faltou às sessões deliberativas da Câmara dos Deputados desde o início da atual legislatura. Dos 340 encontros realizados entre 1° de fevereiro de 2015 e 7 de fevereiro de 2018, o deputado não compareceu a 66, o que representa 19,4% de ausências.

Das 66 faltas, Jácome justificou 55 (83%). Entre as alegações apresentadas pelo deputado à Câmara, estão licenças para tratamento de saúde e missões autorizadas. O levantamento feito pelo Agora RN junto à Câmara considera apenas as sessões em que há votações de proposições legislativas, isto é, não estão contabilizadas audiências públicas, reuniões de comissões temáticas e outros tipos de sessão.

Depois de Jácome, o deputado que mais faltou sessões deliberativas de 2015 para cá foi Fábio Faria (PSD). O parlamentar não compareceu a 56 sessões, das quais 37 foram justificadas. Na sequência, os mais faltosos foram Rafael Motta (PSB, 39 faltas, das quais 25 foram justificadas) e Beto Rosado (PP, 35 faltas, 20 justificadas).

Os demais parlamentares tiveram frequência acima de 90%. O mais assíduo nesses três anos foi o deputado Walter Alves (PMDB), que só faltou a 16 sessões (4,7%). Dessas ausências, 8 foram justificadas. Depois dele, os que mais compareceram às sessões foram Felipe Maia (DEM, 19 faltas, 12 justificadas), Zenaide Maia (PR, 22 faltas, 20 justificadas) e Rogério Marinho (PSDB, 33 faltas, 23 justificadas).

OUTRO LADO

Em nota, a assessoria de Antônio Jácome informou que o deputado sofre de gota crônica, o que lhe impede de andar durante as crises. Por isso, parte significativa das ausências na Câmara foi para tratamento de saúde.

Outra porção das faltas é justificada, segundo a equipe do parlamentar, pelo fato de ele percorrer o RN realizando ações de cidadania, “beneficiando os carentes e os que não têm plano de saúde”. Antônio Jácome é cirurgião e faz atendimentos gratuitos no interior.

A assessoria do deputado do Podemos destacou ainda que as demais faltas foram registradas em sessões que ocorreram nas segundas-feiras, dia em que o parlamentar está no Rio Grande do Norte já que não passa os finais de semana em Brasília, ou em dias em que o parlamentar teve de cumprir missões fora da capital federal enquanto integrante da Frente Parlamentar de Combate ao Câncer.

SENADO

O Agora RN solicitou à assessoria do Senado, já que o site da Casa não apresenta dados de presença em sessões, qual é a frequência dos senadores potiguares. Até o fechamento desta matéria, a reportagem não havia recebido as informações.

Um levantamento realizado pelo site Congresso em Foco, no entanto, mostra que José Agripino Maia (DEM) foi o que mais faltou a sessões deliberativas. Dos 65 encontros, o democrata faltou a 10, sendo que 1 ausência foi justificada.

Agripino é seguido de perto por Fátima Bezerra (PT) e Garibaldi Alves Filho (PMDB). A petista e o peemedebista faltaram, cada um, a 7 sessões. Nenhuma ausência de Garibaldi foi justificada, enquanto a petista apresentou duas razões para as faltas.

CONFIRA A LISTA COMPLETA DE FREQUÊNCIA

DEPUTADOS FEDERAIS

1 – WALTER ALVES (PMDB)
Presença nas sessões deliberativas – 95,3% (324)
Ausências justificadas – 2,4% (8)
Ausências não justificadas – 2,4% (8)

2 – FELIPE MAIA (DEM)
Presença nas sessões deliberativas – 94,4% (321)
Ausências justificadas – 3,5% (12)
Ausências não justificadas – 2,1% (7)

3 – ZENAIDE MAIA (PR)
Presença nas sessões deliberativas – 93,5% (318)
Ausências justificadas – 5,9% (20)
Ausências não justificadas – 0,6% (2)

4 – ROGÉRIO MARINHO (PSDB)
Presença nas sessões deliberativas – 90,3% (307)
Ausências justificadas – 6,8% (23)
Ausências não justificadas – 2,9% (10)

5 – BETO ROSADO (PP)
Presença nas sessões deliberativas – 89,7% (305)
Ausências justificadas – 5,9% (20)
Ausências não justificadas – 4,4% (15)

6 – RAFAEL MOTTA (PSB)
Presença nas sessões deliberativas – 88,5% (301)
Ausências justificadas – 7,4% (25)
Ausências não justificadas – 4,1% (14)

7 – FÁBIO FARIA (PSD)
Presença nas sessões deliberativas – 83,3% (284)
Ausências justificadas – 10,9% (37)
Ausências não justificadas – 5,6% (19)

8 – ANTÔNIO JÁCOME (PODEMOS)
Presença nas sessões deliberativas – 80,6% (274)
Ausências justificadas – 16,2% (55)
Ausências não justificadas – 3,2% (11)

SENADORES

1 – JOSÉ AGRIPINO (DEM)
65 sessões – 55 presenças – 10 faltas – 1 justificada

2 – GARIBALDI ALVES FILHO (PMDB)
65 sessões – 58 presenças – 7 faltas – 0 justificadas

3 – FÁTIMA BEZERRA (PT)
65 sessões – 58 presenças – 7 faltas – 2 justificadas