Policiais e peritos entram em local de crime em Mossoró, RN (Foto: Marcelino Neto/O Câmera)

Do G1 RN – O sábado (4) foi violento em Mossoró, segunda maior cidade do Rio Grande do Norte. Segundo o site do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), foram registradas pelo menos seis mortes por arma de fogo no município da região Oeste. Entre os casos, está um duplo-homicídio no bairro Belo Horizonte. Uma das vítimas era uma jovem cadeirante, de 22 anos.

Segundo a polícia, o crime aconteceu no início da noite na Rua Maria da Paz de Araújo. Kamila Karolina Paulino da Silva estava em uma casa, com seu namorado, Paulo Victor de Araújo, quando dois homens chegaram em uma moto e executaram o casal.

Paulo Victor morreu na calçada. Já Karolina Ela estava em um dos quartos do imóvel, onde foi baleada.

Segundo a Polícia Militar, o casal tinha passagem pela polícia. Em dezembro de 2016, a jovem foi presa tentando entrar com uma pistola no Complexo Penal Estadual Agrícola Mário Negócio.

Empresário

Por volta de meio-dia, no bairro Boa Vista, a vítima foi um lutador de jiu-jitsu, que trabalhava na rede de óticas de sua família. Expedito Felício Sales Neto, de 32 anos, sofreu dois tiros nas costas ao tentar fugir de dois suspeitos, que chegaram em uma moto.

No chão, a vítima ainda sofreu mais disparos de arma de fogo. Foram cerca de cinco tiros, ao todo.

Capotaria

À tarde, outro caso foi registrado pela polícia de Mossoró, no mesmo bairro. Um jovem de 20 anos foi morto dentro de uma capotaria.

David Lucas Diniz Salviano foi abordado pelos criminosos no meio da rua e tentou se esconder dentro da capotaria onde trabalhava havia poucos dias. Porém os assassinos entraram no local e atiraram mais de dez vezes contra a vítima.