Ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves (Foto: JBatista / Câmara dos Deputados)

Um assunto que há bastante tempo vinha sendo tratado discretamente dentro do PMDB, começa a ganhar força na cúpula peemedebista: a possível candidatura de Henrique Eduardo Alves para deputado federal ou até mesmo deputado estadual nas eleições de outubro deste ano.

O ex-ministro do Turismo e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves está preso desde o dia 6 de junho de 2017, durante a Operação Manus, deflagrada pela Polícia Federal. A prisão ocorreu no apartamento onde mora, no bairro de Areia Preta, Zona Leste de Natal e agora ele cumpre pena na Academia de Polícia Militar.

Segundo consta, trata-se de um projeto político do PMDB nacional e que recebe o apoio irrestrito dos primos: o prefeito de Natal e pré-candidato a governador do RN, Carlos Eduardo Alves e o senador Garibaldi Alves Filho que deverá disputar esse ano a renovação de seu mandato.

Resta saber se Henrique Alves daqui pra lá (eleições) terá condições de registrar a sua possível candidatura ou estará com seus direitos políticos cassados pela Justiça Eleitoral. Mas já pensou como seria a campanha de Henrique Alves mesmo preso sendo candidato a deputado federal? Aguardemos!