Ex-senador Geraldo Melo e o senador Garibaldi Alves Filho (Foto: Reprodução)
Do Blog Heitor Gregório/TN – O ex-governador e ex-senador Geraldo Melo anunciou nesta quinta-feira (18), sua saída do PMDB, do qual era presidente de honra. Através de uma carta publicada após conversa com o senador Garibaldi Alves Filho, Geraldo Melo justificou a saída do partido. Disse que não faz parte do projeto peemedebista para 2018.
O PMDB deverá manter a aliança com o DEM nas eleições desse ano, repetindo a dobradinha de 2010, com os senadores Garibaldi Filho e José Agripino disputando à reeleição.
Aliás, a aliança entre o PMDB e DEM vem desde 2006, quando Rosalba Ciarlini ainda Democrata disputou e se elegeu senadora. Naquela ocasião, Geraldo Melo também rompeu com o PMDB e disputou o Senado Federal.
Nos bastidores, em conversa com algumas pessoas, Geraldo Melo tem revelado que deseja disputar o Senado e admite até a possibilidade de ser candidato a governador. “Não vou fazer críticas, queixas ou reclamações neste momento”, diz Geraldo Melo na carta.