Em Nova York, Flávio Rocha lançou um movimento com empresários brasileiros (Foto: Reprodução)
Capitaneado pelo empresário Flávio Rocha, dono da Riachuelo, um grupo de executivos brasileiros lançou nesta quarta-feira (17), em Nova York, o movimento Brasil 200, em referência ao aniversário de 200 anos da independência do país em 2022, data que coincide com o fim do mandado do próximo presidente.
No evento, Flávio Rocha leu um manifesto e convocou os empresários a defenderem uma agenda comum para o país. E o manifesto apresentou duras palavras contra um combalido PT. “Foram quase 15 anos de uma farra de gastos públicos e créditos subsidiados para os amigos do rei”, destacou durante o discurso.
“O Brasil é um país sem memória, mas não é possível que em pleno ano eleitoral não se fale a cada oportunidade, todos os dias, do período nefasto de quase 15 anos em que uma quadrilha saqueou o Brasil, aparelhou as instituições, usou bancos e obras públicas para enriquecimento privado numa proporção jamais vista”, completou.