Deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) - Foto: Eduardo Maia
Em pronunciamento na Sessão Ordinária desta terça-feira (16), o deputado estadual Kelps Lima (Solidariedade) destacou a necessidade dos parlamentares apreciarem com serenidade e responsabilidade as matérias enviadas pelo Governador Robinson Faria como solução para a crise socioeconômica do Estado.
“O Governo mandou um novo pacote de medidas e pediu urgência, como se pudéssemos acreditar que seus projetos são de alto nível de qualidade. Se não aprovássemos do jeito que ele mandou, a culpa da crise seria dos deputados. Conforme o Governo postou em suas redes sociais. Nós não podemos confiar em Robinson como gestor. Mal os projetos chegaram, já apareceram vários erros. A Assembleia precisa votar os projetos dentro da convocação, sim. Eu defendo isso. Mas nós temos que ter um mínimo de zelo e cuidado”, alertou Kelps.
O deputado continuou suas palavras, pedindo aos colegas para terem cautela na hora de votar. “Eu parto do princípio, pelo histórico de um governador que promoveu o maior atraso de salários do RN, o maior rombo fiscal, que passou pelo maior número de fugas de presídios e maior número de assassinatos da história, de que tudo que ele faz é desastroso. E agora ele quer passar pra sociedade a ideia de que todos os projetos enviados pra cá são perfeitos. Mas é claro que há erros”, acrescentou.
Kelps disse, ainda, não se surpreender com a crise pela qual passa o Estado e lembrou que já vinha alertando a todos sobre a possibilidade disso acontecer. “Há cinco anos eu estou aqui e venho advertindo que o Estado iria quebrar. A previdência complementar agora é urgente, mas há três anos que está nas gavetas desta Casa. A matéria está cheia de erros técnicos e eu vou devolver para Governo, porque eu acho importante aprovar. Mas temos que aprovar de maneira correta, não pra dar satisfação política”, detalhou.