Bosco era bastante conhecido e respeitado no Jiu-Jitsu potiguar (Foto: Reprodução/Facebook)
O professor de Jiu-jitsu Alexandre Henrique de Brito, ‘Bosco’, de 47 anos, foi encontrado morto na noite deste sábado (13), em sua residência, em Lagoa Nova em Natal. Segundo informações da Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP), que investigará o caso, Bosco teria se envolvido em um acidente automobilístico na avenida Jaguarari, onde saiu machucado na face.
A vítima teria ido em casa pedir ajuda a familiares e, antes mesmo da irmã dele providenciar sua ida ao pronto-socorro, ouviu um estampido. Ao chegar ao local, presenciou o professor caído ao chão com um tiro no peito. Ainda segundo o DHPP, Bosco estava acometido de uma depressão e, mesmo com indícios de suicídio, a Polícia Civil irá investigar a morte.
Bosco era bastante conhecido e respeitado no Jiu-Jitsu potiguar, tendo sido, inclusive, gestor de uma unidade prisional no Rio Grande do Norte. O velório e o sepultamento aconteceu no final da tarde deste domingo (14) no cemitério Morada da Paz, em Emaús.
Em seu perfil no Facebook, o também mestre de Jiu-jitsu, Jair Lourenço (Kimura) prestou a seguinte homenagem a Bosco: “Que Descanse em Paz o Grande Mestre das Lutas Alexandre Bosco… Um dos primeiros representantes do Rio Grande do Norte no Jiu-Jitsu e no Antigo Vale-Tudo. Foram muitas Batalhas na vida e na Luta, e é chegada a hora do descanso final. Muito Obrigado pelos ensinamentos dos primeiros passos do Jiu-jitsu Professor, você foi um dos grandes heróis das lutas no qual tivemos o prazer de assistir em seu apogeu… Que DEUS o Guarde, e Conforte os corações de sua Família e amigos.”
Do Portal Agora RN