Porta-malas onde delegado foi encontrado (Foto: Divulgação PM)
Do G1 Rio – O delegado da Polícia Civil do Rio de Janeiro e ex-agente da Polícia Federal Fabio Monteiro foi encontrado morto próximo à Favela do Arará, comunidade na Zona Norte do Rio, na tarde desta sexta-feira (12).
Fabio, além de delegado e ex-agente federal, também atuava como instrutor e professor da corporação. Nas redes sociais, o próprio policial informava que era faixa preta de jiu-jitsu e, de acordo com colegas, era novo na polícia, tendo se formado em 2014.
Outros delegados informaram que ele era casado e tinha dois filhos. De acordo com informações da Polícia Militar, o corpo de Fabio foi localizado na mala de um veículo Chevrolet Cobalt preto, na Avenida Dom Helder Câmara, altura do número 287. Atualmente, o delegado estava lotado na Central de Garantias, na Cidade da Polícia.
Pelo Twiitter, a Polícia Civil confirmou a morte do delegado: “Com profunda tristeza, comunicamos a morte do delegado Fábio Monteiro, lotado na Central de Garantias, na Cidade da Polícia, vítima de criminosos nesta sexta-feira (12/01). A DH investiga o caso. A PCERJ está em luto pela perda do nosso companheiro”.
Testemunhas no local confirmaram a PMs que havia um corpo dentro do porta-malas de um carro com várias marcas de tiros e com um distintivo de delegado da Polícia Civil, livros de Direito Penal e um crachá de um feira literária policial.
Outras pessoas informaram que, a princípio, o delegado teria saído da Cidade da Polícia para almoçar quando foi surpreendido por homens armados. A Delegacia de Homicídios foi acionada para o local e trabalha para preservar a cena do crime.
Delegado Fábio Monteiro era instrutor da Polícia Civil (Foto: Reproduções/Redes Sociais)